04.09.2018 | 08h02

‘O boneco de ventríloquo’

Em artigo publicado nas suas redes sociais, o presidente nacional do PPS, Roberto Freire, bate pesado em Fernando Haddad, o chamando de “boneco de ventríloquo” de Lula. “Que papel subalterno está exercendo esse professor universitário, um intelectual lulopetista, que foi considerado por muitos uma ‘promessa de renovação'”, critica.

“Quem é candidato mesmo, nessa sandice lulopetista, é o ficha-suja presidiário de Curitiba, condenado em primeiro e em segundo grau, na Justiça Federal, por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, considerado inelegível por oito anos, pela Justiça do Estado Democrático de Direito. Esse senhor da foto nesta postagem (Haddad) é apenas o avatar, uma espécie de boneco de ventríloquo. Isso é o que ele mesmo proclama aos quatro ventos”, diz Freire, que apoia a candidatura de Geraldo Alckmin. /M.M.


VOLTAR PARA O ESTADÃO