16.04.2018 | 08h56

O 1% que ‘pode surpreender’

Diante de 1% de intenção de voto declarada a Michel Temer ou a Henrique Meirelles, a depender de quem seja apresentado na cartela, o Palácio do Planalto ainda considera o presidente como alguém que “pode surpreender”, segundo avaliação passada à Coluna do Estadão.

Integrantes do governo dizem que Meirelles e Rodrigo Maia são nomes descartados, Marina Silva e Joaquim Barbosa são grandes nomes, Jair Bolsonaro e Geraldo Alckmin são pequenos, Ciro Gomes e Álvaro Dias, nomes regionais, e os petistas Jaques Wagner e Fernando Haddad nomes “na expectativa”.


VOLTAR PARA O ESTADÃO