25.02.2019 | 11h06

Novo vai monitorar ações de Zema?

A direção nacional do Partido Novo avalia monitorar as ações do governador mineiro Romeu Zema. A preocupação é de que sua gestão cause impacto na imagem do partido e cause um possível descolamento em relação à legenda. Para isso, o Novo estuda acionar o Departamento de Apoio ao Mandatário, órgão previsto no estatuto partidário, para acompanhar a administração.

Algumas ações deste início de mandato de Zema fizeram acender o sinal de alerta na cúpula do Novo. A principal delas foi a nomeação de pessoas ligadas ao PSDB para cargos-chave do governo, como Custódio de Mattos, ex-secretário de Desenvolvimento Social de Aécio Neves, para a poderosa pasta de Governo e o deputado tucano Luiz Humberto Carneiro, que foi líder do ex-governador Antonio Anastasia, para a liderança do governo na Assembleia Legislativa, informou o Estadão.


VOLTAR PARA O ESTADÃO