11.09.2018 | 07h16

Novo revés para Alckmin

A prisão de um grão-tucano pela Lava Jato, algo que ainda não tinha ocorrido –Eduardo Azeredo hoje já é do segundo escalão e sua prisão não teve a ver com a operação– é um revés significativo para Geraldo Alckmin no momento em que sua candidatura já enfrenta sérias dificuldades para se firmar.

Beto Richa foi seu colega como governador até abril. O Paraná tem sido um feudo tucano, assim como São Paulo, há várias gestões. O secretário de Fazenda de Richa era Mauro Ricardo, “cria” do PSDB paulista, nas gestões de José Serra na prefeitura e no governo. Não será fácil se desvencilhar do aliado da forma genérica como Alckmin tem feito até aqui com outros tucanos acusados de corrupção. / Vera Magalhães


VOLTAR PARA O ESTADÃO