08.04.2019 | 11h48

Novo ministro prega combater ‘marxismo cultural’

Indicado para o lugar de Ricardo Vélez Rodríguez no comando do Ministério da Educação, o economista Abraham Weintraub, até aqui secretário-executivo da Casa Civil, é um seguidor de Olavo de Carvalho e prega o combate ao “marxismo cultural” nas universidades. Ele e seu irmão, o cientista político e advogado Arthur Weintraub, atuam na equipe de Jair Bolsonaro desde a campanha, em que ajudaram na elaboração do programa de governo, passando pela transição. O novo ministro ajudou na formulação da reforma da Previdência.

Ao discursar na Cúpula Conservadora organizada por movimentos de direita em Foz do Iguaçu, no fim do ano passado, o novo ministro defendeu que, para vencer o debate com a esquerda, os conservadores devem usar o humor e “adaptar” as ideias de Olavo de Carvalho. “Dá para ganhar deles. É Olavo de Carvalho adaptado”, disse Abraham. “E como ganhamos deles? Não sendo chatos. Temos que ganhar com humor e inteligência”, completou.  / V.M.


VOLTAR PARA O ESTADÃO