18.09.2018 | 18h21

Novo impede ato petista na UFRGS

Em sua cruzada contra as propagandas irregulares do PT, o Partido Novo conseguiu mais uma liminar. Desta vez, por meio de seu candidato a deputado federal, Marcel van Hattem, o Novo conseguiu impedir a realização dentro da UFRGS do lançamento do comitê de campanha “Lula é Haddad e Manuela”. A liminar foi contra Giovani Culau, candidato a deputado federal pelo PCdoB e presidente da União da Juventude Socialista gaúcha, que convocou os alunos da universidade a participar do evento.

O desembargador Jorge Alberto Schreiner Pestana considerou que  a legislação eleitoral impõe restrições à realização de propaganda eleitoral em
bens públicos. Mas fez uma ressalva: como o evento foi convocado por estudantes, sem nenhuma vinculação com a universidade, ele pode acontecer na rua, em frente a faculdade de arquitetura. Caso o ato ocorra dentro da UFRGS, Calau terá que pagar multa de R$ 10 mil. Na página do evento, o candidato do PCdoB gravou um vídeo avisando que o ato vai acontecer como planejado, fora dos prédios públicos.

Documento



VOLTAR PARA O ESTADÃO