08.11.2018 | 20h09

‘Novo governo é aliado do ajuste’

O secretário do Tesouro do atual governo, Mansueto Almeida, afirmou nesta quinta-feira, 11,  que “o novo governo é um aliado pelo ajuste fiscal”. Questionado sobre um possível convite para integrar o governo Bolsonaro, Mansueto disse que não conversou sobre isso.

Segundo ele, um eventual adiamento da reforma da Previdência para o ano que vem não vai ter efeitos dramáticos negativos nas contas públicas. “Aprovar alterações na previdência ainda este ano é ótimo, mas, se ficar para 2019, também não é o fim do mundo”, afirmou Mansueto, de acordo com o Broadcast Político. “Aprovar alterações na previdência ainda este ano é ótimo, mas, se ficar para 2019, também não é o fim do mundo”, acrescentou.


VOLTAR PARA O ESTADÃO