15.11.2018 | 15h34

Novo chanceler coloca nazismo na conta da esquerda

Uma polêmica que surgiu durante o período eleitoral pode ressuscitar com a nomeação de Ernesto Araújo para o Itamaraty. O novo chanceler defende a ideia de que o nazismo, associado geralmente com a  extrema-direita, é na verdade uma ideologia de esquerda. Em seu artigo “Trump e o Ocidente”, Araújo propaga a mesma ideia que polemizou em setembro. Na ocasião, a embaixada alemã no Brasil divulgou um vídeo colocando os nazistas na conta da direita e que acabou gerando críticas de internautas tupiniquins.

“Tomou forma um movimento que pioraria ainda mais a situação para o lado nacionalismo: o socialismo se dividiu em duas correntes, uma que permaneceu antinacionalista; e outra que, para chegar ao poder, na Itália e na Alemanha, sequestrou o nacionalismo, deturpou e escravizou o sentimento nacional genuíno para seus fins malévolos, gerando o fascismo e o nazismo (nazismo = nacional‑socialismo, ou seja, o socialismo nacionalista)”, afirma Araújo.


Mais conteúdo sobre:

Ernesto AraújoNazismo
VOLTAR PARA O ESTADÃO