20.10.2018 | 17h34

Nova posição do PT sobre o BC?

O plano de governo “Frankstein” de Fernando Haddad, que sofreu diversas alterações para o segundo turno das eleições, recuou também nas posições petistas sobre o Banco Central. Como mostra reportagem do Estadão, a defesa de que o BC deveria se preocupar tanto com a inflação quanto com a geração de empregos foi removida. O que foi incluído foi a promessa de “manter a autonomia” da autoridade monetária.


VOLTAR PARA O ESTADÃO