15.08.2018 | 18h48

Nova ação do MBL no TSE para impugnar Lula

Uma das lideranças do MBL, Kim Kataguiri, candidato a deputado federal pelo DEM, entrou nesta quarta-feira, 15, com uma ação no TSE para impugnação do registro da candidatura de Lula à Presidência.  Os advogados da Kataguiri, Paulo Henrique Franco Bueno e Rubens Alberto Gatti Nunes, solicitam a concessão de liminar para impedir o registro, com base na legislação em vigor.

Segundo eles, não há dúvidas de que Lula, já condenado em segunda instância por corrupção e lavagem de dinheiro e cumprindo pena em Curitiba, está inelegível pela Lei da Ficha Limpa. “A Lei de Inelegibilidades não dá margens para discussão”, dizem na petição. Os advogados afirmam também que a Justiça indeferiu diversos pedidos da defesa de Lula para suspensão do cumprimento da pena e que o STF negou habeas corpus ao ex-presidente, firmando o entendimento de que é possível iniciar o cumprimento de pena após a conclusão do processo em segunda instância.


VOLTAR PARA O ESTADÃO