11.09.2018 | 07h14

No Tuca, Haddad é quase-candidato

Faltando poucas horas para a provável oficialização de Fernando Haddad como candidato do PT à Presidência da República, aliados do ex-prefeito praticamente “anteciparam” o anúncio. Em ato no teatro Tuca, em São Paulo na noite de segunda-feira, 10, nomes como o candidato ao governo do Estado, Luiz Marinho, membros de partidos aliados como do PCdoB e do Pros, defenderam Haddad na cabeça da chapa e Manuela D’Ávila como sua vice. Foi também lida uma carta de Lula.

“Minha voz é a voz de Fernando Haddad e de todos os companheiros em nossa jornada destemida para resgatar a dignidade nacional”, disse Lula na carta. “Nosso time está montado com Haddad e Manuela”, afirmou o vice-presidente nacional do PCdoB Walter Sorrentino, como informa o Estadão. Haddad deve ser oficializado nesta terça-feira, 11, como determinou o TSE.


VOLTAR PARA O ESTADÃO