15.03.2018 | 08h45

No Rio, os inimigos continuam sendo os mesmos

  1. Em 2010, o filme Tropa de Elite 2, o inimigo agora é outro, já retratava como as milícias tinham tomado conta do Rio de Janeiro e atuavam impunemente chanceladas por autoridades políticas e policiais do Estado. Era uma reprodução fiel de como a corrupção e o crime organizado tinham assumido o controle de tudo.

Numa das cenas, o fictício deputado estadual Diogo Fraga tem seu carro metralhado pelas milícias justamente por causa de suas investigações, No filme, o personagem escapa mas seu enteado ficou entre a vida e a morte.

Oito anos depois, o assassinato da vida real da vereadora Marielle Franco, do Psol, mostra que nada mudou. /M.M.


Mais conteúdo sobre:

Marielle FrancoTropa de elite
VOLTAR PARA O ESTADÃO