07.12.2018 | 08h25

No fim da fila

O fato de as pastas que tratam de meio ambiente, direitos humanos e mulheres e a destinação da Funai terem ficado no fim da fila das nomeações de Jair Bolsonaro mostram desconhecimento do presidente eleito e sua equipe a respeito dos temas, escreve Eliane Cantanhêde nesta sexta-feira no Estadão. “Eles rejeitam tudo o que foi feito nas três áreas, mas não sabem exatamente o que por no lugar”, conclui.


VOLTAR PARA O ESTADÃO