06.08.2018 | 12h25

Ninguém tasca

Geraldo Alckmin entrou no campo das promessas arriscadas. Afirmou que, em seu eventual governo, irá proibir a nomeação de pessoas indicadas por siglas aliadas em agências reguladoras, hoje altamente cobiçadas.

“No meu governo não vai ter um (cargo para indicação em agência reguladora). As agências reguladoras devem ser despartidarizadas”, disse o presidenciável nesta segunda, 6, em sabatina da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), em Brasília.


Mais conteúdo sobre:

Geraldo AlckminCBIC
VOLTAR PARA O ESTADÃO