10.03.2019 | 10h57

Nem Joãozinho Trinta seria capaz

O carnavalesco Joãozinho Trinta não seria capaz de criar um roteiro tão “rocambolesco” como o exibido pelo presidente e entorno nos últimos dias, escreve Vera Magalhães, editora do BR18, em sua coluna deste domingo no Estadão. Toda a “mixórdia”, diz, “é um fio desencapado que deveria preocupar os estrategistas mais próximos ao presidente, se esses não fossem, na sua maioria, militantes de redes sociais”.

Além do “Golden Shower Gate”, houve desfile de gelada em seguidores de Olavo de Carvalho no MEC, contribuindo para o balanço de que, “em pouco mais de dois meses, já começaram a ruir algumas vigas mestras da narrativa de sucesso de Bolsonaro”.


Mais conteúdo sobre:

BolsonaroGolden Shower GateOlavo
VOLTAR PARA O ESTADÃO