24.02.2019 | 17h33

‘Negociação ao invés de bravatas bélicas’

A atitude de Jair Bolsonaro de escutar não apenas seus ministros, mas também os presidentes de outros Poderes foi elogiada pelo colunista de O Globo, Merval Pereira. “O presidente Bolsonaro tratou de tranquilizar os que estavam contra a medida, garantindo que tropas brasileiras não entrariam em território venezuelano para entregar os mantimentos, e nem as dos Estados Unidos seriam autorizadas por ele a entrar na Venezuela pela fronteira brasileira, caso eventualmente o conflito se agrave”, escreveu em sua coluna deste domingo.

Para Merval, essa posição brasileira, definida por toda a cúpula dos poderes brasileiros, deve ser reafirmada nesta segunda-feira, na reunião do Grupo de Lima com a participação do vice-presidente Hamilton Mourão. “Um confronto que saísse da retórica levaria o Brasil a ter que tomar posição, uma situação desastrosa geopoliticamente, na região onde somos hegemônicos e deveríamos impor nossa liderança através da negociação, em vez de bravatas bélicas.”


VOLTAR PARA O ESTADÃO