20.11.2018 | 10h03

Não perca a conta dos militares do governo Bolsonaro

A manutenção de Wagner Rosário como ministro da CGU aumenta a conta de representantes das Forças Armadas que farão parte do futuro governo de Jair Bolsonaro.

Além do presidente eleito, que é capitão da reserva do Exército, estão lá o general Hamilton Mourão (vice-presidente), o general Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional), o general Fernando Azevedo e Silva (Defesa), o tenente-coronel da Força Aérea e astronauta Marcos Pontes (Ciência e Tecnologia) e, agora, o capitão do Exército e auditor Wagner Rosário (CGU). O general Oswaldo Ferreira, que era cotado para a pasta da Infraestrutura, disse que não quer fazer parte da equipe ministerial. /M.M.


Mais conteúdo sobre:

Bolsonaro wagner Rosário CGU
VOLTAR PARA O ESTADÃO