21.11.2018 | 17h35

‘Não houve convite para Mozart Neves’

Em suas redes sociais, o Instituto Ayrton Senna, no qual Mozart Neves é diretor, diz que o educador não foi convidado pelo governo de Jair Bolsonaro para assumir como ministro da Educação. “Amanhã pela manhã (22), Mozart participará de mais uma reunião técnica, agora com Jair Bolsonaro, para dar continuidade à reunião feita com Onyx Lorenzoni na semana passada, na qual foram apresentados um diagnóstico e caminhos de melhoraria da educação brasileira”, como informa matéria do próprio Estadão.


VOLTAR PARA O ESTADÃO