17.03.2018 | 07h25

‘Não faço esse socialismo do Leblon’, diz Gilmar

Em entrevista ao apresentador José Luiz Datena, na rádio Bandeirantes, na sexta-feira, 16, o ministro do STF, Gilmar Mendes, lamentou a morte da vereadora Marielle Franco (PSOL-RJ) e defendeu a intervenção federal no Rio de Janeiro.

“Fico pasmo quando vejo movimentos no Rio que são contra a intervenção, movimentos de Direitos Humanos que falam ‘agora, pessoas que sobem para favela, precisam se identificar’. Não faço esse socialismo do Leblon, falando de coisas na qual não conheço. Conheço essa realidade”, disse.


VOLTAR PARA O ESTADÃO