08.02.2019 | 12h24

Não existe bala de prata contra corrupção, diz Transparência

Para o economista Bruno Brandão, diretor-executivo da Transparência Internacional no Brasil, não existe apenas uma maneira de acabar com a corrupção. Ele vê como positivo o pacote proposto pelo ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, diz que “representa um passo importante”, mas destaca que nenhum país conseguiu controlar esse problema só com ferramentas legais.

“Não existe bala de prata contra este problema (corrupção)”, afirma em entrevista à Folha. Segundo ele, o pacote acaba com o deserto de propostas que acompanhou a Lava Jato, mas não toca em pontos essenciais. “As medidas fundamentais devem transformar a relação do Estado com a sociedade e com o mercado”, diz, citando a transparência, a desburocratização e a responsabilização do setor privado em casos de corrupção.


VOLTAR PARA O ESTADÃO