08.09.2018 | 15h18

‘Não eram 7 segundos? Agora são 24 horas’

O senador Magno Malta afirmou neste sábado, 8, que o ataque a Jair Bolsonaro tem servido para compensar o pouco tempo que o candidato tem no horário eleitoral. “Não eram seis segundos? Agora é 24 horas”, disse o parlamentar, informa o Estadão.

Malta foi quem gravou um vídeo em companhia do pastor Silas Malafaia ao lado do leito de Bolsonaro na UTI do hospital Albert Einstein, um dia após o candidato ser esfaqueado.


VOLTAR PARA O ESTADÃO