04.07.2018 | 08h16

‘Não dá para ter vergonha do Temer’

Romero Jucá admite que o presidente Michel Temer não deve fazer campanha para ninguém, mas afirma que Henrique Meirelles não pode “ter vergonha” do suposto legado do governo.

Em entrevista à Folha, o presidente do MDB defende a candidatura própria do partido e minimiza o efeito da impopularidade do presidente. “Não dá para ter vergonha do Temer, porque ele trabalhou e vai ser julgado. Não estamos julgando a pessoa física de Temer, mas o resultado do governo”, disse.


VOLTAR PARA O ESTADÃO