23.03.2018 | 16h28

‘Não acredite que o Supremo é a voz da Justiça’

O jornalista José Nêumanne Pinto, colunista do Estadão e comentarista de política da TV Gazeta, de São Paulo, disse que a decisão do Supremo, favorável à concessão de liminar contra a prisão de Lula, deixou clara sua “vassalagem aos poderosos”.

Em comentário feito na quarta-feira, 22, Nêumanne afirmou que, com a decisão, caiu o mito de que há divisão no STF. “‘O que há é um acordão no Supremo entre o PT e o PSDB”, afirmou. “Não acredite nessa história de que o Supremo é a voz da Justiça e da cidadania. O Supremo, no caso, é a voz do Luíz Inácio Lula da Silva, em acordo com Michel Temer, com Alckmin e todo o mundo mais.”


VOLTAR PARA O ESTADÃO