21.08.2018 | 06h39

Nada da tal polarização

PT e PSDB apostam – ou seria mais correto dizer torcem – na repetição de embate entre os dois no 2.º turno da eleição presidencial, mas a primeira pesquisa Ibope/Estadão/TV Globo após o início da campanha mostra que esta realidade ainda está distante.

A resiliência de Bolsonaro (PSL) é a primeira pedra no sapato para a repetição da polarização que vigora desde 1994. O voto dele se mostra cristalizado, seja por seu crescimento em relação a outras pesquisas do mesmo instituto, seja pela pequena diferença entre menções espontâneas a seu nome (15%) e seus índices nos cenários estimulados (18% com Lula e 20% sem ele). Leia análise completa aqui. / Vera Magalhães


VOLTAR PARA O ESTADÃO