20.03.2018 | 17h58

Mulheres querem 30% do Fundo Partidário

Mulheres parlamentares consultaram nesta terça-feira, 20, o TSE para saber se elas têm direito a 30% do Fundo Partidário. Como a legislação eleitoral prevê que os partidos têm de reservar 30% das vagas em eleições para mulheres, por que não 30% do fundo?

O grupo é formado pelas senadoras Vanessa Grazziotin (PC do B-AM), Ângela Portela (PDT-RR), Fátima Bezerra (PT-RN), Gleisi Hoffmann (PT-PR), Kátia Abreu (sem partido-TO), Regina Sousa (PT-PI), Lídice da Mata (PSB-BA) e Rose de Freitas (PMDB-ES); e pelas deputadas federais Gorete Pereira (PR-CE), Jô Moraes (PC do B-MG), Luana Costa (PSB-MA), Luciana Santos (PC do B-PE), Raquel Muniz (PSD-MG) e Soraya Santos (PMDB-RJ). A relatora do caso é a ministra Rosa Weber.

 


Mais conteúdo sobre:

TSEFundo Partidário
VOLTAR PARA O ESTADÃO