08.01.2019 | 08h38

Mulher e filhas de Queiroz devem depor

Esclarecimentos sobre o caso Coaf podem surgir a partir desta terça-feira, 8, pois a mulher e duas filhas de Fabrício Queiroz, ex-assessor do senador eleito Flávio Bolsonaro (PSL), devem prestar depoimento ao Ministério Público do Rio. As três, assim como Queiroz, foram lotadas nos gabinetes de Flávio na Alerj.

O MP-RJ também pediu para ouvir Flávio nesta quinta-feira, mas ele não confirmou se vai. Por ser parlamentar, ele tem a prerrogativa de indicar a data em que deseja ser ouvido, o que não fez até agora. A assessoria do senador eleito disse nesta segunda-feira, 7, que ele não vai responder à imprensa se irá ou não prestar depoimento. Queiroz foi chamado duas vezes para depor, mas faltou, alegando problemas de saúde, informou o Estadão.


VOLTAR PARA O ESTADÃO