22.05.2018 | 16h02

MPF multiplica multa a Bolsonaro

O Ministério Público Federal pediu à Justiça que aumente de R$ 50 mil para R$ 300 mil a multa imposta a Jair Bolsonaro  por declarações ofensivas a negros, quilombolas, migrantes, mulheres e LGBTs em palestra proferida no Rio há um ano.

Em parecer enviado o TRF-2, o MPF pede indenização por danos morais coletivos e sustenta que a multa se justifica pela gravidade da fala, e pelo fato de o réu poder arcar com o valor (segundo a legislação, o cálculo deve ter “critérios da solidariedade e exemplaridade”), informa Roberta Pennafort, do Estadão.


Mais conteúdo sobre:

Jair Bolsonaro
VOLTAR PARA O ESTADÃO