13.08.2019 | 14h10

MP da Liberdade Econômica: entenda como afeta seu descanso aos domingos

O deputado Jerônimo Goergen (PP-RS), relator da Medida Provisória da Liberdade Econômica, prometeu que o texto será alterado e o empregador terá que permitir o descanso dos trabalhadores aos domingos pelo menos uma vez a cada quatro semanas, como previa anteriormente o texto. A mudança foi feita depois de o Broadcast Político mostrar, na última sexta-feira, que a versão mais atual do texto previa descanso obrigatório aos domingos apenas a cada sete semanas.

“Embora não tenha mexido em direito nenhum, houve um erro de comunicação do governo que incluiu esse ponto e não explicou direito. Não tem como isso prosseguir e ser aceito pela sociedade”, disse Goergen. Segundo o relator, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e o secretário Especial de Previdência e Trabalho, Rogério Marinho, estão negociando alterações no texto para levar a votação nesta terça-feira, 13.


VOLTAR PARA O ESTADÃO