02.11.2018 | 07h39

Movimento migratório de Moro

No campo dos críticos à ida de Sérgio Moro para o Ministério da Justiça, há o argumento de que o magistrado “se beneficia diretamente de suas ações. O juiz passa a ser um personagem da arena política e eleitoral que ele mesmo trabalhou para moldar”, escreve o colunista Bruno Boghossian, na Folha.

A migração de Moro pode representar, no entanto, uma tentativa de blindar a Lava Jato, haja vista que, na Itália, a operação Mãos Limpas, ao destruir o sistema político, gerou um movimento posteriori de políticos contra as investigações. Mas pode significar também pretensões eleitorais para 2022 ou 2026.


Mais conteúdo sobre:

sergio moroJustiça
VOLTAR PARA O ESTADÃO