08.08.2018 | 18h17

Mourão segue Bolsonaro para dizer: ‘Fui mal interpretado’

O general da reserva, Hamilton Mourão, utilizou a mesma cartilha de Jair Bolsonaro para justificar que “foi mal interpretado” ao falar da “indolência” dos índios e da “malandragem oriunda dos africados”. “Em nenhum momento eu quis estigmatizar qualquer um dos grupos, até porque nós somos uma amálgama de raças. É só olharem para mim. Eu sou filho de amazonense, minha vó é cabocla. Não tenho nenhum traço de um branco europeu para querer estigmatizar alguém”, disse em entrevista para o Jornal da Globo.

Frequentemente acusado de ter algumas atitudes racistas, Bolsonaro também costuma se defender utilizando os laços familiares, dizendo que seu sogro é o “Paulo Negão”.


VOLTAR PARA O ESTADÃO