06.08.2018 | 19h15

Mourão, a ‘indolência’ e a ‘malandragem’

O general da reserva Hamilton Mourão parece que não vai ficar atrás do cabeça da chapa, Jair Bolsonaro, no quesito declarações polêmicas. Em seu primeiro evento como candidato à vice-Presidência, Mourão disse que o Brasil herdou a “indolência” dos índios e a “malandragem” dos negros, segundo a Veja.

“Temos uma certa herança da indolência, que vem da cultura indígena. Eu sou indígena. Meu pai é amazonense. E a malandragem, Edson Rosa (vereador negro de Caxias do Sul), nada contra, mas a malandragem é oriunda do africano. Então, esse é o nosso cadinho cultural. Infelizmente gostamos de mártires, líderes populistas e dos macunaímas”, disse Mourão durante reunião-almoço da Câmara de Indústria e Comércio de Caxias.


VOLTAR PARA O ESTADÃO