27.02.2019 | 16h19

Moro vira alvo da direita após nomeação

O ministro Sérgio Moro, um dos “xodós” da militância de Jair Bolsonaro nas redes sociais, por incrível que pareça virou alvo nesta quarta-feira, 27. O “pecado” do titular da pasta da Justiça e da Segurança pública foi ter nomeado Ilona Szabó para ser suplente do CNPCP (Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária). Ilona é  co-fundadora e diretora-executiva do Instituto Igarapé e uma defensora ferrenha do desarmamentismo. Ela também já deu entrevistas defendendo a descriminalização das drogas e do aborto, duas pautas caras à “nova direita” brasileira. A nomeação foi publicada no Diário Oficial da União desta quarta.


VOLTAR PARA O ESTADÃO