08.01.2019 | 06h45

Moro tem capítulo em defesa de Lula

A defesa de Lula dedicou um capítulo inteiro das alegações finais do ex-presidente no processo do sítio de Atibaia à decisão de Sérgio Moro de aceitar o convite de Jair Bolsonaro para o Ministério da Justiça. A peça, assinada por dez advogados, torna jurídica a narrativa segundo a qual Moro agiu para tirar Lula da eleição já premeditando virar ministro.

“Não bastasse ter agido para prejudicar o defendente e seus correligionários na disputa eleitoral, o antigo juiz do processo, abandonando de vez qualquer aparência de imparcialidade, aceitou o convite para integrar o governo do presidente Jair Bolsonaro, na qualidade de Ministro da Justiça”, diz o texto.


Mais conteúdo sobre:

sergio morodefesaLula
VOLTAR PARA O ESTADÃO