04.02.2019 | 14h09

Moro: ministro não é advogado de defesa do governo

Sérgio Moro deu uma resposta dura a uma pergunta quando questionado, na entrevista coletiva que concedeu sobre o pacote de endurecimento das leis de combate ao crime, sobre reportagem sobre o possível uso de laranjas no PSL de Minas pelo ministro do Turismo, Marcelo Alvaro. “Com todo o respeito, o tempo de ministros da Justiça que eram advogados de defesa de integrantes do governo é coisa do passado”, afirmou.

Ele disse que, quando foi convidado a assumir o posto, recebeu carta branca de Jair Bolsonaro. Depois da resposta dura, fez uma ressalva: a de que não estava entrando no mérito sobre a procedência da reportagem, apenas dizendo que não cabia a ele defender colegas de governo. Foi uma guinada de postura de Moro em relação à sua fala sobre Onyx Lorenzoni. Ainda na transição, ele disse que o hoje colega havia “pedido desculpas” do recebimento de recursos por meio de caixa 2. / V.M.


VOLTAR PARA O ESTADÃO