02.01.2019 | 10h58

Moro, ‘juízes-heróis’ e as máfias

Em seu discurso na transmissão de posse no Ministério da Justiça, Sérgio Moro justificou a decisão de trocar o cargo de juiz pelo de ministro. Disse que um “juiz de Curitiba” pouco pode fazer para combater a corrupção de forma permanente e estruturada, mas o ministro pode, por meio de endurecimento das leis e definição de políticas de combate ao crime, repressão e estrangulamento financeiro do crime organizado.

Moro disse que a tarefa é difícil, mas não impossível, e fez referências exitosas ao combate à máfia norte-americana e à italiana, feita, segundo ele, pelos “juízes heróis” da Operação Mãos Limpas. / V.M.


VOLTAR PARA O ESTADÃO