02.03.2019 | 11h22

Moro ‘digere’ realidade de Brasília

Reportagem de bastidores do Estadão neste sábado descreve os episódios em que Sérgio Moro foi desautorizado, teve de rever posições passadas ou se viu diante de saias justas políticas desde que aceitou trocar a carreira vitalícia de juiz federal por uma vaga no primeiro escalão de Jair Bolsonaro. A reportagem mostra que Moro vai usar o Carnaval em Curitiba para “digerir” os últimos acontecimentos, mas que não cogita pedir demissão em razão da exigência de Bolsonaro para que desistisse da nomeação de Ilona Szabó para uma suplência num conselho da pasta. Já se a interferência se repetir em casos do alto escalão, a posição do ex-juiz seria diferente. Segundo interlocutores, Moro percebeu que Brasília é muito diferente dos desafios que enfrentou na Lava Jato.


VOLTAR PARA O ESTADÃO