08.02.2019 | 07h17

Mlitares e entendimento de ‘100%’ sobre reforma

O entendimento entre os militares e a equipe econômica para que eles sejam incluídos na mudança da Previdência, em projeto de lei específico, está próximo de “100%”, disse o ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, ao Estadão. A minuta obtida pelo jornal fala em igualar a contribuição dos militares às dos demais servidores e dos contribuintes do INSS, hoje em 11% (os militares hoje recolhem 7,5%). O general Eduardo Garrido, assessor especial do ministro da Defesa, foi destacado para tocar as negociações com a equipe de Guedes e vai diariamente ao Ministério da Economia para despachar com os secretários Rogério Marinho e Leonardo Rolim.


Mais conteúdo sobre:

Militaresreforma da previdência
VOLTAR PARA O ESTADÃO