31.10.2018 | 09h08

Mito versus ideia

“A apoteose triunfal do “mito” que derrotou a “ideia” produziu efeitos colaterais. Inspirou a renovação de 52% da Câmara; elegeu governadores nos três maiores colégios eleitorais; anulou a rasura na Constituição com que Lewandowski, Calheiros e Kátia permitiram a Dilma disputar e perder a eleição”, escreveu José Nêumanne no Estadão. Para o colunista, os quase 60 milhões de votos dados a Jair Bolsonaro objetivam livrar o Brasil de Lula e do PT.


Mais conteúdo sobre:

mitoideiaLulaJair Bolsonaro
VOLTAR PARA O ESTADÃO