08.07.2018 | 17h00

Ministro do STF defende que PF cumpra decisão de Favreto

De férias na Itália, o ministro do STF, Marco Aurélio Mello, deu sua opinião sobre a confusão jurídica criada após a decisão do desembargador Rogério Favreto de soltar Lula. Ao blog da jornalista Christina Lemos, Mello disse: “O TRF é o revisor dos pronunciamentos da primeira instância. O titular da décima-terceira vara nada tem a fazer”, referindo-se ao juiz Sérgio Moro.

“A parte que pode insurgir-se, no caso, é o Ministério Público”, explica Mello. “Decisão judicial, cumpra-se!”


VOLTAR PARA O ESTADÃO