03.03.2019 | 09h21

Militarização do governo

Após a indicação para o comando de oito ministérios, o presidente Jair Bolsonaro expande a presença de integrantes das Forças Armadas no governo e coloca militares também no segundo e terceiro escalões. Levantamento feito pelo Estadão aponta pelo menos 103 militares na lista dos cargos comissionados de ministérios, bancos federais, autarquias, institutos e estatais, entre elas a Petrobrás.

Trata-se de uma nova fase do movimento crescente de escolha de oficiais da reserva das Forças Armadas para posições estratégicas e setores historicamente envolvidos em denúncias de corrupção.


VOLTAR PARA O ESTADÃO