08.01.2019 | 18h08

Militares fora da reforma?

Ao menos em um primeiro momento, os militares devem ficar de fora da reforma da Previdência que deve ser proposta pelo governo de Jair Bolsonaro ao Congresso. De acordo com reportagem do Estadão, a ideia é aproveitar parte do texto enviado ao Congresso pelo então presidente Michel Temer, em 2017, deixando os integrantes das Forças Armadas fora do projeto de idade mínima para aposentadoria. A justificativa é que a categoria está sempre à disposição do Estado, tanto em serviço como após a reserva.

“Militar é uma categoria muito marcante, de farda. Militares, policiais, agentes penitenciários, Judiciário, Legislativo, Ministério Público possuem características especiais, que têm de ser consideradas e discutidas”, disse o ministro-chefe da Secretaria de Governo, Carlos Alberto dos Santos Cruz.


VOLTAR PARA O ESTADÃO