12.04.2018 | 07h47

‘Meu amigo morreu’

O jurista Wilson Ramos Filho, amigo de Edson Fachin, escreveu um texto em uma rede social intitulado “Meu Amigo Morreu”, em que não cita o ministro do STF, mas descreve a trajetória de ambos para criticá-lo pela decisão em relação a Lula.

Painel, da Folha, reproduz o texto: “Dizia-lhe que aquilo [nomeação ao STF] iria acabar com a vida dele, que perderia a privacidade, a liberdade e teria que conviver com um monte de gente que nada tem a ver conosco. (…) Ele tanto fez que conseguiu. (…) E desse jeito ele morreu”.


VOLTAR PARA O ESTADÃO