10.10.2018 | 15h00

Metade dos evangélicos não se reelege

A bancada evangélica não foi poupada na eleição do último domingo e viu seu quadro atual ser reduzido. 42 dos 82 parlamentares evangélicos não se reelegeram. Mas a presença evangélica no Congresso deve se expandir, segundo projeção da coordenadora jurídica do bloco religioso, Lia Noleto. “O que houve foi uma mudança de nomes. A onda da renovação atingiu todos os segmentos”, segundo o Globo. A base de apoio tem hoje 150 congressistas e, a partir de 2019 deve subir a 180 dos 513 deputados.


VOLTAR PARA O ESTADÃO