28.05.2018 | 07h11

Mercado vê interferência na Petrobrás

O anúncio de que o governo vai congelar por 60 dias o preço do diesel e de outras medidas relacionadas à política de preços dos combustíveis colocaram o mercado em alerta da volta da interferência política na Petrobrás.

Relatórios de bancos e de investidores já apontam a incerteza quanto à possibilidade de a empresa manter-se independente, como mostra reportagem da Folha, o que se traduz em perda de valor dos papeis da petroleira.


VOLTAR PARA O ESTADÃO