01.03.2019 | 08h42

Mercado já vê reforma desidratada

Pesquisa da XP Investimentos com 122 gestores de bancos, fundos de investimentos e outras empresas de mercado financeiro já projeta uma reforma da Previdência mais magra que a enviada pela equipe de Paulo Guedes ao Congresso. O levantamento foi feito antes mesmo de o próprio Jair Bolsonaro admitir rever a idade mínima para aposentadorias para mulheres de 62 para 60 anos, o que, por si só, já encolhe o ganho em dez anos com a reforma.

A projeção do mercado é de uma “economia” de R$ 700 bilhões em dez anos, no lugar do R$ 1 trilhão previsto antes pelo governo.


VOLTAR PARA O ESTADÃO