21.08.2018 | 19h14

Menos candidatos de siglas tradicionais

A empresa de consultoria política Arko informa, com base em dados Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que as siglas tradicionais, como PT, PSDB, MDB, PDT e PSB, reduziram a quantidade total de candidatos registrados nestas eleições. Ao mesmo tempo, houve um aumento expressivo entre as siglas de menor porte.

Das 35 siglas existentes, 12 vão ter mais postulantes neste ano do que nas últimas eleições gerais – PSL, PROS, Avante, Podemos, PRB, Solidariedade, PMN, PCO, PSOL, Patriota, PRTB e PPL. O partido de Jair Bolsonaro, o PSL, com 1.451 candidatos, lidera a lista, com um aumento de 74,4% em relação a 2014. Três partidos que vão estrear nas urnas em âmbito nacional — Rede, Novo e PMB — somam 1.606 candidaturas. / J.F.


VOLTAR PARA O ESTADÃO