01.03.2019 | 10h07

Mendonça de Barros: ‘Crise foi subestimada’

José Roberto Mendonça de Barros, ex-secretário de Política Econômica do Ministério da Fazenda, chamou de “desanimador” o resultado do crescimento de 1,1% do PIB em 2018. Além disso, avaliou que a dimensão da crise foi “subestimada”. “Um terceiro fator, que só o tempo foi capaz de mostrar, é que o colapso dos Estados era maior do que se imaginava”, afirmou em entrevista ao Estadão. Para ele, no entanto, “caso o Brasil aprove a reforma da Previdência e fizer concessões em infraestrutura, o jogo vira”.

 


VOLTAR PARA O ESTADÃO