01.08.2018 | 22h13

Meirelles tenta vice militar, mas deve ficar com evangélica

Henrique Meirelles se junta ao time dos candidatos que ouviram “não” de convidados para ocupar o cargo de vices em sua chapa (que já tem Geraldo Alckmin e Jair Bolsonaro). O ministro Carlos Marun sondou para o emedebista a vereadora  de Porto Alegre Comandante Nádia. Segundo o Estadão, ela declinou do convite para focar em sua eleição para a Assembleia Legislativa do Estado.

De acordo com O Antagonista, Fátima Pelaes, presidente do MDB Mulher, deve ser a escolhida pelo MDB para o cargo. Pode não ser ligada à segurança como Comandante Nádia, mas é evangélica, eleitorado que Meirelles tenta atrair.


VOLTAR PARA O ESTADÃO