07.08.2018 | 21h45

Meirelles e a bolsa de valores sem ‘Ciros e Bolsonaros’

Henrique Meirelles conseguiu cutucar Ciro Gomes e Jair Bolsonaro ao falar de tecnologia. No evento GovTech, que busca uma agenda digital para o setor público, ele lembrou as inovações tecnológicas que promoveu na bolsa de valores enquanto presidente do Banco Central. “No meu tempo os operadores trabalhavam aos gritos, pareciam o Bolsonaro e o Ciro”, ironizou. Atualmente, as operações da B3 são inteiramente digitais e não existe mais o pregão físico.


VOLTAR PARA O ESTADÃO