01.11.2018 | 17h24

Meio Ambiente fica, mas sem ‘xiita ambiental’

Jair Bolsonaro admitiu há pouco, em entrevista coletiva, que poderá rever a decisão de fundir as pastas do Meio Ambiente e da Agricultura. A fusão dos ministérios já virou uma novela dentro do novo governo, mas Bolsonaro reconheceu que há muitas queixas do agronegócio. Ou seja, a ordem da vez é que o Meio Ambiente fica, pelo menos até outra mudança.

Mas o presidente eleito que quem vai mandar no ministério, separado ou não da Agricultura, é alguém que ele vai nomear, o que garantirá que sua visão para o setor prevaleça. E avisou: a pasta não será comandada por um “xiita ambiental”. /M.M.


Mais conteúdo sobre:

BolsonaroMeio Ambiente
VOLTAR PARA O ESTADÃO